top of page

Jornada Pedagógica reúne educadores agostinianos recoletos do Rio de Janeiro


Em Santo Agostinho se faz lema o conhecido princípio de “ensinar aprendendo” (Carta 166,1; A dimensão da alma 33), até o ponto em que “sou um bom professor, quando sigo sendo aluno” (Sermão 244,2). Em outras palavras, o Educador Agostiniano conjuga as funções de ensinar como mestre e de aprender como discípulo. Buscando aprofundar essa característica do Educador Agostiniano como o ‘aprendiz da Verdade’, o Colégio Santo Agostinho promoveu, entre os dias 25 e 27 de julho, a Jornada Pedagógica Agostiniana Recoleta, reunindo a Comunidade Educativa das unidades Leblon, Novo Leblon, Instituto Cultural Santo Agostinho e Creche Santa Rita. Aberto oficialmente pelo diretor do CSA-Leblon, Frei Jesus F. I. Roitegui, o encontro teve por objetivo ser um espaço de reflexão, de autoconhecimento, sempre na busca de Deus, único e sumo Bem; e trouxe como tema central “Juntos: reconstruir e tecer relações”.


Com a proposta dos participantes “olharem para dentro de si”, o primeiro dia de formação contou com as presenças do cardiologista, Dr. Rodrigo Pimentel (Espiritualidade e Coração); do psicólogo clínico, Sandro Neves (Mindfulness); e do responsável pela Tutela da OAR do Brasil, Frei Dr. Edielson Oliveira da Cunha (Prevenção e proteção de menores e pessoas vulneráveis na OAR).


Refletindo sobre como “olhar o mundo sem se perder”, os educadores ouviram a juíza da Vara da Infância e Juventude da Capital do Rio de Janeiro, Dra. Vanessa Cavaliere, que discorreu sobre “Mídias e Crimes Cibernéticos”. Com a proposta de despertar novamente o Educador Agostiniano que existe em cada um dos participantes da Jornada, o painel “Ecos da Pedagogia Agostiniana” reuniu docentes que apresentaram os módulos do Curso de Pedagogia Agostiniana ofertado pela Universitaria Agustiniana (Uniagustiniana), na Colômbia, e motivaram todos, a cada vez mais, reforçarem o compromisso de educar mentes e corações com amor e ciência. A especialista em Excelência de Atendimento e Hospitalidade, Rosane Lucas, também participou do encontro e falou sobre “A arte de servir com paixão” com os funcionários administrativos.


“Olhar para frente com esperança” foi a motivação do terceiro e último dia da Jornada Pedagógica de 2023. O sócio fundador da DÓXA Educacional, Professor Francisco Morales, refletiu sobre os Futuros possíveis para a Educação Católica e Agostiniana numa sociedade em conflito”, seguido pela coordenadora da Fundação SM no Brasil, Erica Gabriela de Carvalho, que apresentou o documento da Unesco “Reimaginar nossos futuros juntos: um novo contrato social para a Educação”. Concluindo o evento, o vigário episcopal para a Educação da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Padre Thiago Azevedo, presidiu a Santa Missa, na Paróquia Santa Mônica, reforçando que é extremamente necessário “tecer e reconstruir uma relação com o mundo, com a sociedade, com a família e com o outro, mas, sobretudo, reconstruir e tecer uma relação com Deus, pois, assim, sempre encontraremos a Educação à Cruz, numa dimensão horizontal e vertical”.


Que Santo Agostinho, nosso Pai, interceda por todos os Educadores, em especial, pelos Educadores Agostinianos Recoletos.


Comunicação CSA-Leblon

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page